E não é que o LinkedIn funciona. Capítulo #4

Semana passada estive em uma consultoria de outplacement, muito conceituada e com mais de 35 anos de mercado, para falar sobre LinkedIn aos assessorados que estão em  transição de carreira. A palestra LinkedIn 3.0 – Como Gerar Visibilidade com Foco, programada para terminar as 12h terminou quase que às 13h30, tamanha a participação e envolvimento dos participantes.  Adoro quando isso acontece!! Palestrar para mim é uma das mais prazerosas partes do meu trabalho porque envolve troca de energia e oportunidade de aprender.

Aliás, aquele dia foi mágico em termos de aprendizado. Antes de iniciar a palestra, todos estavam reunidos para celebrar a conquista de alguns dos assessorados que estavam voltando ao mercado de trabalho. Duas pessoas daquele grupo estavam comemorando por terem conseguido emprego, depois de um certo tempo de busca. Cada uma delas fez um discurso, contando como foi o processo e o que aprenderam durante o tempo em que estiveram buscando emprego. Me arrepiei com ambos os discursos. Também fiquei tocada ao notar o brilho no olhos de todos que alí estavam ao ouvirem que mesmo diante da crise e de todas as dificuldades, ainda sim, há histórias de sucesso. Relatos de pessoas que conseguiram o que também estão buscando incansavelmente.

Mesmo que seja em proporções e até mesmo em épocas diferentes, volto com mais um depoimento de um profisssional que também alcançou o que buscava, por conta da sua presença ativa no LinkedIn.

Quem nos presenteia com sua história é o Ademir Bossa de Alcântara,profissional da área comercial que atua na região de Campinas, no interior de São Paulo. Sem mais delongas, vamos ouvir o que o Ademir tem para nos contar:

 Quando criou seu perfil no LinkedIn? Qual o seu objetivo com a criação do perfil? Resposta: Não me recordo ao certo, mas acredito que foi entre o final de 2012 e início de 2013. Entrei no LinkedIn com o objetivo de aumentar e melhorar meu networking e, consequentemente, criar novas oportunidades de vendas (sou da área de vendas, rsrs), além de buscarcrescimento na minha carreira. 

Com que frequência acessa seu perfil no LinkedIn? E quando o faz, qual ou quais os objetivos?Resposta: Acesso diversas vezes durante o dia. O principal objetivo é criar oportunidades de vendas e também manter-me antenado aos acontecimentos do mercado. Existem materiais didáticos muito bons que são postados diarimente, inclusive o seus são ótimos (Opa. Gostei!!).

Você disse que sua atual posição de trabalho foi fruto de seu perfil no LinkedIn. Pode nos contar como aconteceu? Resposta: Encontrava-me numa situação não muito feliz no meu emprego e, portanto, navegava pela rede constantemente. Num dado momento, enviei um convite de conexão ao proprietário da empresa na qual estou trabalhando, sem pretensão alguma, somente para networking. Eis que ele me respondeu imediatamente dizendo que tinha uma vaga em aberto na área comercial de sua empresa, e se caso eu tivesse interesse que entrasse em contato para participar do processo seletivo. O resultado daquele convite de conexão despretensioso é que, após  uma breve entrevista fui contratado e estou  lá desde Março de 2015. E feliz!

Qual conselho daria a uma pessoa que esteja buscando recolocação profissional? Resposta: Busque atualizar suas informações do perfil no LinkedIn, procure conexões com pessoas-chave, e principalmente esteja sempre antenado com o que tem acontecido no mercado e cenário nacional e mundial. Em algum momento, seu perfil será visualizado por alguém que esteja buscando exatamente alguém com as suas características.

_______________________________________________________

Gosto muito deste conselho para atualizar as informações do perfil. Costumo dizer que assim como em vários aspectos de nossa vida, o perfil no LinkedIn deve ser algo muito dinâmico.

Criar um perfil e ficar meses ou até mesmo anos sem acessar ou ao menos atualizar as informações é um dos principais equívocos cometidos na rede.

Ouço vários e vários relatos de pessoas que dizem que “nem lembro a minha senha” ou então “tenho um perfil, mas não mexo há muito tempo”.

Além de acessar o perfil, estar atento ao que tem sido postado na rede também é uma forma sábia e efetiva para promover uma atuação estratégica na maior rede profissional da internet. Como se trata de uma rede social voltada para negócios, milhares e milhares de posts ou atualizações circulam na rede mensalmente. Com um média de 20 postagens por mês, você pode chamar a atenção de quase 60% da sua rede. Você tem aproveitado bem este recurso?

Que tal fazer parte da lista de pessoas que agregam valor à rede adicionando conteúdo de valor?

Não sabe por onde começar? Aqui vão algumas dicas rápidas:

  • Publique ou compartilhe algo pelo menos uma vez por dia
  • O período de maior tráfego no LinkedIn é de segunda a sexta-feira, de manhã ou no começo da tarde
  • Compartilhe conteúdo sobre a sua área de atuação com insights e notícias
  • Use vídeos e imagens para diferenciar suas mensagens
  • Participe de grupos de discussão de forma ativa, comentando os tópicos levantados

Claro que, indiretamente, estou lhe dizendo para acessar o seu perfil diariamente. Assim você tem mais chances de explorar todas as funcionalidades que o LinkedIn apresenta e, quem sabe, daqui a algum tempo pode estar aqui conosco contando a sua história de sucesso no LinkedIn.

Aliás, se tiver algo para contar o convite está feito. Basta entrar em contato comigo.

Abraços e até a próxima.

Luciane Borges

Deixe seu comentário: