Confira sete dicas para turbinar seu networking

Sabemos que uma das principais conquistas de um profissional ao longo da carreira é a rede de contatos que ele cultiva, e também  sabemos que é preciso movimentar essa rede. Claro, não precisa ser nenhum Roberto Carlos e querer “ter um milhão de amigos”, mas é importante cultivar seu networking constantemente.

Quer saber como?

A primeira dica é deixar a timidez de lado e partir para as diversas possibilidades e formas de abordagens no ambiente de trabalho – principal campo de formação do seu networking.

Quer saber mais? Listei sete dicas para você:

1) Conecte e reconecte

  • Se você anda sem tempo para um bom bate-papo com os amigos e colegas de trabalho, saiba que você pode estar “afundando” o seu networking;
  • Mas se está bem com seus contatos e quer aumentar ainda mais a sua rede, que tal procurar os amigos da faculdade, de trabalhos anteriores ou até mesmo os da sua infância?
  • De acordo com Adam Grant – escritor, professor e Ph.D. em psicologia organizacional pela Universidade de Michigan (Estados Unidos) –, em alguns casos, retomar contatos antigos pode ajudar mais do que procurar pessoas mais próximas.

2) Tic Tac. Tic Tac. Arranje tempo

  • Você não precisa viver em happy hours, almoços e jantares para renovar ou fazer novos contatos, mas essas são excelentes oportunidades para aquecer sua rede;
  • Muitas pessoas – principalmente as que possuem cargos mais altos dentro de uma organização –, por estarem envolvidas com as pressões do dia a dia do negócio, acabam por não administrar bem ações e estratégias de fortalecimento de suas redes de contatos;
  • Agora, é bom ter ciência de que para fazer um bom networking, participando de encontros regulares, custa caro. Por isso, faça reservas financeiras especificamente para essa finalidade. Assim, quando o convite surgir, você não terá desculpa e não irá se boicotar.

3) Pessoas do bem

  • Ter boas relações é importante em qualquer ambiente – seja ele profissional, pessoal ou social;
  • Fortalecer relacionamentos é uma tarefa diária e requer muito “jogo de cintura”. Por isso, seja flexível, amável, participativo, entusiasta e procure deixar marcas;
  • Boas conversas e boas energias caminham juntas e te permitem chegar mais rápido ao seu objetivo;
  • Participar de ações voluntárias também é uma atitude fundamental para pessoas generosas e interessantes.

4) Assuntos em comum

  • Falar de mercado de trabalho é crucial em suas redes profissionais. Mas existem outros assuntos que podem ser pautas dos encontros sem se tornarem pontos de divergências;
  • Pedir pequenos favores e retribuí-los também ajuda a fortalecer o vínculo profissional e pessoal. Inclusive melhora a convivência até entre pessoas que anteriormente tinham pouca ou nenhuma afinidade.

5) Bom humor

  • Você não precisa tornar cada reunião numa sessão de stand up comedy, mas buscar assuntos divertidos ajuda a descontrair e muitas vezes “quebrar o gelo” dos primeiros encontros;
  • No geral, pessoas gostam de companhias divertidas. Mas veja lá, não exagere! Senão, a estratégia surte efeito contrário e em vez de ser agradável você pode ser interpretado como uma pessoa “sem noção” ou muito informal.

6) Se atualize

  • Informação nunca é demais e quanto mais você ler sobre assuntos diversos, melhor será seu repertório e a troca de experiências;
  • Busque também literaturas e notícias sobre os melhores “networker” da atualidade e suas ações;
  • Anote dicas e tente colocá-las em prática, pois segundo Adam Rifkin – considerado pela revista Fortune o melhor “networker” do Vale do Silício em 2011– “é preciso fazer pequenas coisas para se aproximar de outros profissionais todos os dias, como um hábito”.

7) Saia na frente

  • Com mais de 23 milhões de usuários no Brasil, o Linkedin é a maior rede profissional da internet. Não fique de fora!
  • Mas é importante que você diferencie o seu perfil para que ele seja facilmente encontrando por pessoas e por empresas;
  • Preencha corretamente suas informações e melhore as suas conexões. Afinal, conexões podem funcionar como pontes para seus objetivos, seja no mundo real ou virtual.

 

Obrigada pela leitura. Se gostou, compartilhe e comente. Ou então, me diga como posso melhorar. Até a próxima.

Luciane Borges

 

 

Deixe seu comentário: