Linkedin agora tem Stories. E por enquanto, somente no Brasil !!!

Se você tem o costume de usar a funcionalidade ‘stories’ no facebook ou instagram, vai amar esta super novidade. E se ainda está se rendendo aos encantos (assim como eu) deste formato ágil e prático de dividir insights, pensamentos e situações do dia a dia , tem à sua mão inúmeras razões para se aprimorar.

Com exclusividade no Brasil, a maior rede social profissional do mundo disponibilizou a funcionalidade para incentivar o uso da rede de um jeito mais descontraído – como se fosse o momento do “papo do cafezinho” ou “happy hour”. Claro, as fofocas que rolam nestes encontros talvez não sejam compartilhadas assim, tão abertamente, mas vale contar para suas conexões sobre como foi seu dia de trabalho, o evento que participou, principais anotações da palestra que assistiu (ooops, por enquanto, somente webinário), e o que mais a criatividade permitir.

Gerar engajamento, compartilhando conteúdo pelos stories tem sido a ‘menina dos olhos’ nas redes sociais. As ‘postagens instantâneas’ caíram no gosto dos internautas, porque geram aproximação e um tanto de humanização. É com se a pessoa estivesse do nosso lado !!

Por conta do meu trabalho, ainda vejo como uma extraordinária ferramenta para reforçar sua marca pessoal. Certamente, isso não vai acontecer compartilhando a foto da garrafa de vinho que acabou de abrir com o texto ‘começando a celebração’ – a não ser que esteja comemorando uma promoção ou até mesmo a tão sonhada conquista de um novo emprego.

Mas se é para ser mais descontraído, por que não posso publicar a foto da lasanha que acabei de preparar? Primeiramente, não há certo ou errado – ainda mais num universo de mais de 40 milhões (no Brasil) de pessoas com estilos, crenças e pensamentos diferentes.

A não ser que sua profissão seja Chef de cozinha, postar uma foto do prato que acabou de preparar pode até ganhar likes, mas vai agregar pouco à sua marca pessoal.

Por mais ‘descolado’ que possa parecer, tenha sempre em mente que recrutadores e clientes têm acesso aos capítulos da história que estiver contando (mesmo que apenas por 24 horas). E você tem o poder de controlar quais capítulos serão exibidos.

Indo mais além, você tem uma poderosa ferramenta para criar um roteiro que demonstre seu estilo, seus interesses profissionais, como tem dedicado seu tempo para se aprimorar, quais eventos tem participado, o que aprendeu com o livro que está lendo ou quais as lições da última série Netflix.

Por ser um formato bastante dinâmico, conteúdo leve, com animações, fotos e vídeos tendem a provocar mais interesse e prender mais a atenção.

 Use este espaço sabiamente, não somente para ganhar likes, mas para chamar a atenção do seu próximo chefe, de um recrutador ou um provável cliente. Ao usar o Linkedin Stories com estratégia você vai  gerar mais engajamento com seguidores e até mesmo conseguir novos.

Massagear o ego é, praticamente, um instinto humano – e temos tido infinitas possibilidades para estimular respostas positivas nas redes sociais. Quem não gosta de milhares de likes??? Para mim é como se fossem as ‘estrelas douradas’ que os professores colavam nos meus trabalhos ou provas e ainda pregavam no mural da escola (oopss, quase contando minha idade, rsrsrs). Aff, eu amava !!!

Mas quando se trata de vida profissional e oportunidades de negócios, vale a pena analisar se esse tanto de likes trará resultados efetivos.

Por falar em Likes, assim como em outras redes sociais, para cada curtida ou comentário na sua stories você receberá uma mensagem inbox (mensagens liberadas para conexão de primeiro grau). Entupir sua caixa de mensagens com inúmeros emojis, pode gerar um trabalhinho adicional e trazer pouco resultado.

Super importante: é possível reportar abusos ou parar de seguir. Para isso, basta clicar nas 3 bolinhas que ficam na parte superior direita.

O Linkedin Stories veio para reforçar o relacionamento entre os usuários. Pessoas falando com pessoas, trocando ideias, compartilhando experiências, celebrando e até mesmo desabafando. Tudo indica que não será disponibilizado para posicionamento de marca ou geração de leads via Linkedin Page.

Outra super vantagem para reforçar marcas pessoais, sem ter a competição de marcas corporativas. Como sempre reforço, gerenciar sua marca pessoal vai muito além de auto exposição. Trata-se de expor conhecimento, cases, ideias, experiências e expectativas.

Muito cedo para qualquer análise, mesmo porque entendi que o Brasil está sendo o piloto – o que significa que a funcionalidade poderá ser atualizada, mas sem dúvida alguma é um espaço adicional para te ajudar a explorar o universo de possibilidades da rede Linkedin.

Super curiosa pra saber sua opinião. Me conta como foi sua primeira experiência.

Quase esquecendo: para ter acesso ao Linkedin Stories atualize o app no seu celular (disponível para IOS e Android).

Até a próxima.

Abraços. Luciane Borges

Deixe seu comentário: