5 coisas que você não deve fazer no seu perfil LinkedIn

Sabemos que o LinkedIn é uma rede social como qualquer outra, porém com foco na carreira ou negócios.

Algo que difere a maior rede social profissional do mundo é o impacto que sua atuação pode gerar para a busca de emprego, uma transição de carreira e até geração de leads e oportunidades de negócios.

Existem coisas que você não deve fazer, se deseja obter sucesso e aproveitar tudo que a maior plataforma empresarial pode te oferecer. 

O LinkedIn foi pensado para conectar empresas a pessoas que estão buscando recolocação no mercado, bem como compartilhar experiências profissionais, como sua empresa atua e qual a relação que possui com seus colaboradores. 

Se você busca sucesso e crescimento profissional e quer se tornar um profissional influente em sua área de trabalho, fique atento a estas 5 dicas que vão impactar diretamente na maneira como as pessoas vêem você. 

Publicar conteúdos pessoais 

Sabemos que todos nós temos hobbies e atividades de lazer super importantes, porém como na rede LinkedIn a sua imagem profissional está sendo sempre avaliada, inicie sua jornada compartilhando momentos relacionados ao trabalho, e tudo que esteja relacionado a ele. 

Conforme for ganhando prática, é possível contextualizar a foto de uma situação corriqueira com o aprendizado e geração de valor para o lado profissional.  

Alguns exemplos de conteúdos que vão reforçar sua imagem profissional  

  • cursos finalizados que foram importantes 
  • momentos com as pessoas do seu trabalho 
  • palestras e eventos relacionados a sua área de atuação 
  • premiação de reconhecimento da empresa
  • livro que tenha lido

Tudo isso mostra que você é uma pessoa dedicada, e está sempre atenta às novidades e coisas que sejam relevantes para sua evolução profissional. 

Usar uma foto de perfil inadequada 

Como diz o ditado popular “A primeira impressão é a que fica”.  Sendo assim, faça com que as pessoas tenham uma impressão super positiva de você e saibam quem encontrarão em uma entrevista de emprego ou reunião de negócios. 

Utilize uma foto que tenha pontos como: 

  • Seu rosto (com um sorriso, de preferência) 
  • Olhando para a câmera
  • Utilize uma roupa adequada ao seu perfil (nem todo mundo trabalha de terno e gravata) 
  • Uma imagem sem poluição visual – sem muitas informações no fundo 

Eu sei, pode parecer confuso. Não se preocupe e veja alguns exemplos, na prática. 

Não publicar conteúdos com frequência 

Não adianta você ter um perfil “campeão” se não atualizar com frequência, ou nem mesmo compartilhar conteúdos relevantes para suas conexões. 

Lembrando se você ainda não sabe o que é um perfil “campeão” neste  vídeo, te mostro  como é simples é algo fácil de colocar em prática. 

Veja alguns exemplos de conteúdo para te inspirar a publicar: 

  • Notícias relacionadas a sua  área de atuação 
  • Ações implementadas na empresa onde trabalha  
  • Conteúdos criados por você – pode ser de  um “blog” ou até mesmo textos que sejam publicados no seu perfil
  • Problemas que impactam a sua área, bem como os que foram resolvidos por você ou sua equipe
  • Mensagens motivacionais
  • Trechos de livros que tenha lido

Estes são apenas alguns pontos, porém que irão ajudar a ter uma base. Conforme você vai ganhando mais prática, use a criatividade para ‘conversar’ com as pessoas da sua rede por meio de suas postagens, 

Pedir referências para pessoas que você não conhece

Pode até parecer óbvio para muitas pessoas, mas ainda é algo muito comum e que vem acontecendo bastante –  o que pode interferir em como as pessoas vêem você!

Afinal como iremos fazer uma referência para alguém que não conhecemos, não sabemos como esta pessoa trabalha, qual sua relação com os demais colegas?

Um dos grandes segredos do networking é ser interessante e não interesseiro. 

Sendo assim, evite pedir  referências ou indicações para vagas à  pessoas que não o conhecem pessoalmente e nunca trabalharam contigo. 

Ter apenas conexões 

Boa parte de nós interage com outras pessoas em redes como Facebook, Instagram, ou até mesmo em grupos de WhatsApp, então sempre que puder faça o mesmo no LinkedIn. 

Curta, comente, envie convites para pessoas que sejam relevantes para sua base, mostre para as pessoas que você está ali compartilhando suas experiências. 

De nada nos ajuda ter apenas números se não interagimos com pelo menos 1% dos que estão ali. 

Com consistência, coerência e um tequinho de dedicação, você pode alcançar seu objetivo ao explorar as oportunidades que a rede Linkedin oferece. 

Espero que eu tenha lhe trazido dicas que podem ajudar na sua busca. 

Se gostou do post, compartilhe com amigos  que estão em busca de emprego ou em transição de carreira, ou até mesmo iniciando um novo negócio.  

E se quiser saber mais e ter acesso a mais dicas, visite meu  canal no YouTube

Sucesso pra ti e até a próxima. 

Deixe seu comentário: